D55 Entrevista: Garimpos na decoração com Maria Prata do Écor Interior Design

Hoje estreamos nossa coluna de entrevistas no Decoradoria55!! Vamos convidar especialistas de diversos assuntos para colaborar com dicas de decoração e bem-estar.


A nossa primeira convidada vem de Portugal (dá até pra ouvir o sotaque gostoso dela enquanto você lê a entrevista, rs) e vai falar sobre garimpos para a casa. Perguntamos sobre as principais dúvidas que surgem na hora de comprar um item de segunda mão para completar a decor, espero que gostem!!

Maria Prata Rodrigues - Designer de Interiores

D55: Oi Maria, conta um pouquinho sobre você pra gente:

Maria: Olá :) Chamo-me Maria Prata Rodrigues. Tenho 26 anos, sou portuguesa e adoro o que faço - decoração e remodelação/reabilitação de interiores. Como acredito que tudo tem mais vida do que aparenta ter, criei a minha marca ÉCOR onde elaboro projectos de decoração que incluem peças vintage, em segunda mão e/ou upcycle de peças que já possam existir no espaço.


D55: Como começou a garimpar peças de decoração e mobiliário de segunda mão?


Maria: Tudo começou quando me mudei para a minha primeira casa. Tinha acabado de começar a trabalhar e, por isso, o orçamento era bastante limitado. Como já comprava muita roupa em segunda mão, pensei "porque é que não começo a comprar mobiliário em segunda mão também?". Comecei a procurar em plataformas como o OLX e o Facebook Marketplace e foi assim que encontrei e comprei as minhas primeiras peças de decoração que ainda hoje me acompanham.


D55: Muitos ainda tem o preconceito de adquirir coisas usadas com receio da energia desconhecida que esse objeto pode carregar. O que você pensa sobre isso e como poderíamos quebrar esse preconceito?


Maria: Essa é uma das minhas missões e é um dos motivos pelos quais faço questão de incluir peças em segunda mão em todos os meus projectos de decoração e de mostrar no meu Instagram (@ecor.interiordesign) as peças em segunda mão que compro para incluir na decoração de minha casa. Há vários casos de peças que são vendidas em muito mau estado mas, a meu ver, a esmagadora maioria das peças encontra-se em óptimo estado, pronta para receber uma nova vida. Por isso, na verdade, há muito mais vantagens que desvantagens em comprar em segunda mão como encontrar peças únicas, a um preço mais acessível e, claro, o de dar uma nova vida a uma peça que ainda tem muito para "viver".


D55: Como é o trabalho de incorporar os garimpos também nos seus projetos de decoração para clientes?


Maria: Tudo começa quando faço o moodboard para o cliente. Nesse moodboard é partilhada a paleta de cores idealizada para o espaço, ideias/soluções, imagens de inspiração e algumas peças-chave. Com base nisso começo a minha pesquisa. Em vez de começar por pesquisar por peças em lojas de decoração, pesquiso em plataformas como o OLX e o Facebook Marketplace. Depois, partilho os meus achados com os clientes. Normalmente adoram tudo o que escolho e ficam muito felizes, especialmente devido ao montante de dinheiro que poupam em adquirir aquela peça em prol de outra nova.


D55: Quando faz a restauração das peças, qual o limite entre renovar e manter a história?


Maria: O restauro é algo que adoro mas que faço apenas como hobby. Como é algo que consome muito tempo e é feito apenas por mim e pelo meu namorado, nos nossos tempos livres, faço-o apenas para peças que vou incluir na decoração de minha casa.


D55: Você procura por peças específicas ou se deixa levar pelo que encontra disponível?


Maria: Normalmente procuro algo muito específico. Já tenho uma ideia na cabeça do que gostava de encontrar e procuro consoante as características da peça. Seja o tipo de peça, as linhas, as dimensões, etc. Como é quase impossível encontrar uma peça que seja exactamente igual à que procuro, ao procurar pelas características que referi acima, consigo sempre encontrar algo semelhante e conseguir o mesmo efeito.


D55: Sobre garimpos online, o que devemos estar atentos para garantir que será uma boa compra, mesmo sem ver pessoalmente?


Maria: Se for possível ver pessoalmente antes de comprar, é preferível. É o que faço sempre! Nas fotografias por vezes não conseguimos ter uma percepção correcta da forma, cor ou do estado em que a peça se encontra e, por isso, faço sempre questão de ir ver pessoalmente. Desta forma, evitamos surpresas.


D55: Quais as principais dicas para quem vai começar a garimpar agora?


Maria: Visitar feiras de velharias, lojas de antiguidades ou pesquisar online. Aqui vão algumas das minhas dicas preferidas para quem faz pesquisas online: 1) Procurar por sinónimos - por exemplo, se for procurar por um roupeiro, começo por pesquisar por "roupeiro" e, se não encontrar o que procuro, pesquiso por outros termos utilizados como sinónimos como "armário", "móvel", "guarda-fatos", etc 2) Alargar a pesquisa - em vez de procurar por peças que estejam apenas na minha zona residencial, alargo a pesquisa para cerca de 30km de distância o que me permite ter mais oferta 3) Pesquisa Específica & Pesquisa Geral - começo sempre por uma pesquisa mais específica como "roupeiro de pinho" e, se não encontrar o que procuro, vou alterando a pesquisa para algo mais geral como "roupeiro de madeira", "roupeiro", etc.


D55: Ao seu ver, quais as principais vantagens em optar por objetos de segunda mão?


Maria Prata: Para mim a maior vantagem de todas é, sem dúvida, o facto de, ao adquirir uma peça em segunda mão, estarmos a dar uma nova vida a uma peça que alguém já não quer em vez desta ir para o lixo.


Eu sou uma grande fã de iniciativas que contribuem para um caminho mais sustentável e me apaixonei pelos projetos da Maria assim que conheci. Convido todos vocês para segui-lá no Instagram também: @ecor.interiordesign


Por lá, ela sempre compartilha os seus achados nas feiras, OLX ou facebook e também as renovações que faz na sua própria casa. Sou uma grande fã.


Muito obrigada, Maria, por participar da entrevista D55. Foi um prazer tê-la aqui com a gente.


Espero que tenham gostado das dicas.


Um beijo e até a próxima!




38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo